Personas e cenários

Estava pensando no que escrever como primeiro post para o blog, então lembrei que a Núbia Souza me perguntou como crio personas. Como não a respondi ainda, decidi fazer isso por meio de um post que abordasse a criação de personas e cenários.

Quero deixar claro que este conteúdo não se trata de um guia-modelo para a criação de personas, é apenas a forma como desenvolvo as minhas. Não significa que você deva fazer exatamente como eu apresento, pelo contrário: tire proveito dos meus relatos e adapte-os ao seu modo de trabalhar.

O que são personas e qual sua importância?

Personas são personagens criados com a função de representar o público no qual um produto que está sendo desenvolvido se destina. Esses perfis ajudam a entender melhor para quem estamos criando, auxiliando nas tomadas de decisões.

Quem são as pessoas que utilizarão o produto? Como elas são? Como é o seu dia-a-dia? Para quais tarefas ela costumar utilizar o dispositivo / internet ? Qual o interesse no produto? Como o utilizariam?

O x da questão é: se você não entende para quem está criando o produto, como acha que vai tomar as decisões certas e conseguir bons resultados?

Vejo que para muitas pessoas a criação de personas se trata de um fardo desnecessário a carregar. Buscar informações sobre o público e construir pessoas fictícias com base nesses dados pode não ser fácil, e nem rápido. O que ainda não é percebido por muitos profissionais é que o tempo usado na criação de personas, na verdade, se trata de um investimento. Entender o público-alvo ajuda a manter o foco e principalmente prevenir erros – MUITOS erros.

Ligação entre personas e cenários

Enquanto a persona é a representação do usuário, o cenário é uma “estória” que trata do mesmo dentro de um contexto: seu cotidiano, motivações, interesses e expectativas relacionadas ao produto.

A partir dos cenários, conseguimos imaginar como os usuários podem lidar com certas tarefas, e extrair diversos insights e orientações quanto às reais necessidades do usuário. É através dos cenários que podemos nos deparar com situações e prever comportamentos.

Como saber quem as personas devem representar?

Num caso perfeito, começaríamos utilizando os dados de uma pesquisa feita sobre o público-alvo. Porém, infelizmente, na maioria dos projetos ela não existe. Para esses casos, as informações sobre o público são passadas pelo cliente no momento da entrevista, mas… cuidado: nem sempre o cliente sabe quem realmente é o seu público, apenas supõe (isso fica de assunto para outro post).

É importante ficar atento para não começar a perder o foco no público que realmente importa, pois vários perfis de usuários podem surgir neste momento. Sugiro manter as personas em um pequeno número e garantir que elas representem bem o público, pois com muitas variações não conseguiremos priorizar nada.

Como é um documento de persona?

O documento de criação das personas é parecido com uma ficha, e contém nome, foto, descrição sobre a pessoa e o que mais se mostrar necessário. A complexidade do detalhamento do perfil dependerá do projeto.

Devemos trazer nosso personagem à realidade, e para isso é importante o enriquecermos com informações úteis e reais. Nada de “encher linguiça” só para finalizar mais uma etapa do projeto e mostrar serviço. Uma persona fantasiosa não passa credibilidade e perde o seu propósito.

Personas bem fundamentadas auxiliam para que o projeto flua com mais segurança e foco, transmitindo a todos os envolvidos – inclusive o cliente – maior consciência sobre as necessidades reais do público. Além disso, as personas são fortes aliadas no momento de argumentar e defender o seu projeto.

Algumas perguntas que nos orientam durante a criação:

Hora de montar o documento e garantir que todos os envolvidos tenham acesso a ele. Eu gosto de imprimir e colar todas as minhas personas numa parede próxima. Assim posso vê-las a todo momento e reforçar para mim mesma o meu propósito com elas.

Como exemplo de uma situação real, vocês podem ver a seguir 2 das personas que criei para meu último projeto – portal de classificados de imóveis de uma startup. Uma representa parte dos usuários que utilizarão o site para encontrar imóveis e a outra parte dos que publicarão esses imóveis.

Exemplo de documento de persona: usuário que quer encontrar um imóvel (PDF / 610kb)

Exemplo de documento de persona: usuário anunciante (PDF / 524kb)